top of page
  • Foto do escritorana neto

Ação de Graças: uma oportunidade para agradecer

A ação de graças está quase aí, nos Estados Unidos, e, apesar de em Portugal esta tradição não existir, é um óptimo tema para trabalhar nas nossas aulas de Yoga Kids.


Está comprovado cientificamente e é algo imensamente aconselhado por Martin Seligman, que tive o prazer de ouvir no meu curso de Psicologia Positiva, que agradecer por 3 coisas diariamente, aumenta o nosso bem-estar geral, tendo impacto na nossa saúde.


Esta aula é indicada para todas as idades, idealmente para grupos dos 4 aos 11.



Crianças em postura de reza
Gratidão


Materiais que podes levar para os ajudar a entrar mais no tema

  • Coluna ou Telemovel, para trazer algumas músicas para a sala

  • Páginas de colorir temáticas

  • Lápis e marcadores para colorir

  • Cartas da gratidão



Começa com um círculo de conexão

Com todos sentados num círculo, relembra as regras das aulas de Yoga Kids e introduz o tema da aula: Ação de Graças.


Explica que é um feriado comemorado nos Estados Unidos e Canadá e que tinha como objetivo de agradecer pelas boas colheitas realizadas no ano. Por esta razão, o Dia de Ação de Graças é comemorado no outono, após a colheita ter sido recolhida.


Depois de introduzido o tema, chega a hora do aquecimento. E o tema deste aquecimento pode ser a Tarte de Abóbora que é cozinhada para estas festividades. Então, todos sentam com as pernas afastadas (como se fosse a fatia da tarde) e começam por fazer uma torção para a direita (para ir buscar ovos), uma para a esquerda (para ir buscar farinha), outra para a direita (para ir buscar a massa), outra para a esquerda (para ir buscar a abóbora, pois claro), e depois ir à frente para colocar a tarte no forno.


Toma partido das posturas

Cria a tua própria história ou usa um livro cujo tema seja a gratidão para criar a sequência.

Outra alternativa é explicar como encontramos a gratidão e há algumas posturas que nos ajudam nessa busca:


Postura da Montanha

A gratidão requer enraizamento. A ancoragem permite que encontremos calma, nos sintamos mais centrados e com foco. Quando estamos alicerçados em uma base sólida, enraizada na gratidão, podemos ser o nosso melhor.

A postura da montanha é uma maneira suave, mas poderosa, de enraizar os nossos pés firmemente na terra e manter uma base sólida. Oferece a oportunidade de sentir gratidão pelo meio ambiente e pelas pessoas que amamos, que também nos mantêm firmes.


Guerreiro II

Na postura do Guerreio II (e noutros guerreiros) desenvolvemos confiança e auto-estima. É difícil ter confiança todos os dias quando a insegurança e o medo da incerteza nos atormentam.

Então estas posturas ajudam a abrir e cultivar a gratidão, alegria, confiança e positividade - e, ao estender os nossos braços, estamos a partilhar isso com quem nos rodeia.

Quando corajosamente compartilhamos a luz uns com os outros, ela pode igualmente preencher-nos!


Árvore

Já é um clássico, mas as árvores dão tanto a tantos seres que é impossível não sentir gratidão por elas. Podemos usar esta postura para canalizar a nossa gratidão para a Natureza. A colocar os pés no chão, podemos imaginar essa gratidão a ser levada à terra, e abrindo bem os braços no ar, podemos imaginar a gratidão a espalhar-se a toda a nossa volta.


Postura do camelo

Para mostrar gratidão, temos que ser capazes de abrir o nosso coração. Para recebê-la também. Muitas vezes passamos os dias curvados, fechados sobre uma mesa, ou sobre os nossos dispositivos. Começar a prática de gratidão com a abertura profunda da postura do Camelo pode ser inspirador.



Círculo de relaxamento


Começa por deixar os teu olhos fechar gentilmente. Toma atenção ao som da tua respiração: inspira profundamente e expira muito lentamente, enquanto contas até 5.

Imagina que, cada vez que inspiras, o teu peito se enche de gratidão e, na próxima expiração, pensa para ti mesmo/a: ‘hoje sinto gratidão, por mim mesmo’. Enche novamente, e, na próxima expiração, pensa para ti mesmo/a: ‘hoje sinto gratidão, pela minha família’. Mais uma vez - na próxima expiração, pensa para ti mesmo/a: ‘hoje sinto gratidão, pelos meus amigos’.


Agora, vamos continuar a sentir gratidão. Sente gratidão pelos animais que temos em casa, pelos animais da floresta, pelos animais do oceano. Por algo que seja muito, muito importante para ti.


Enche-te mais uma vez de gratidão, e, na próxima expiração pensa ‘hoje sou grato/a por todo o mundo’.


Desejamos, por fim, que todos os seres possam ser felizes e, muito devagarinho, abrimos os olhos.


Actividade final


Para a atividade final, umas páginas de colorir dedicadas ao dia de Ação de Graças são uma óptima opção ou um exercício da gratidão. Para este, podes usar as cartas da gratidão da Bee Shanti. ;)


A prática da gratidão é uma atividade que requer um esforço contínuo, de longo prazo. Quanto mais praticarmos a gratidão, mais fácil será apreciar os pequenos momentos, grandes momentos, altos e até baixos.


Por aqui, sou grata pelo teu apoio contínuo. Graças a ti e através de ti, posso levar um pouco de Yoga a várias crianças e a vários cantos. Obrigado!




 

Gostaste deste plano de aula de Yoga Kids, então guarda-o no Pinterest para veres mais tarde:


 

Segue-nos nos nossos canais: Facebook



193 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page