top of page
  • Foto do escritorana neto

Yoga e saúde


O Yoga é muitas vezes confundido com um conjunto de exercícios de alongamento. No entanto, o Yoga é uma prática contemplativa, muitas vezes descrita como meditação em movimento.

É verdade que o Yoga partilha muitos dos benefícios associados ao exercício físico mas tem igualmente a vantagem de incorporar os benefícios do relaxamento e da meditação.

Tradicionalmente, o Yoga é um estilo de vida e é definido por 8 membros que incluem princípios éticos e até conselhos em termos de dieta. As posturas pelo qual é largamente conhecido têm o nome de asanas e são apenas um desses 8 membros. Os outros 5 são dedicados a níveis de meditação que culminam no Samadhi, o mais alto estado de consciência.


Estes membros não são separados ou sequenciais, eles estão intrincados uns nos outros e procuram pacificar as flutuações da mente.


A sua origem pertence, como sabemos, à Índia e há história documentada desde há mais de 2000 anos.

Patanjali terá escrito os Yoga Sutra por volta de 150 DC e já, no século XX, Iyengar trouxe esse conhecimento para o Ocidente e publicou Light of Yoga, documentando as posturas e descrevendo instruções, benefícios e cuidados a ter.

Nos anos 70 é a vez do Dr. Jon Kabat-Zinn demonstrar o poder da Yoga e meditação ao criar um programa chamado Mindfulness-based stress reduction (MBSR) que provava cientificamente os benefícios para a saúde mental e para o bem-estar, em geral.

Na última década tem-se observado um interesse e um exponencial crescimento na investigação científica acerca do tema, há cada vez mais profissionais a viver do Yoga e a informação é mais abundante que nunca.


Em 2016 foi publicado Principles and practice of yoga in healthcare, que vem diminuir ainda mais o buraco que existe entre o conhecimento tradicional e a investigação científica.


Hoje há estudos que mostram evidências relacionados com dor, problemas de costas, sono e até diabetes. Há também relatos que demonstram um aumento da qualidade de vida em doentes oncológicos. Além de todos os benefícios já conhecidos do treino aeróbio, alongamentos e aumento da consciência corporal.


O facto de beneficiar a conexão mente-corpo, bem como o equilíbrio entre sistema simpático e para-simpático que levam a uma adaptação positiva ao stress, fazem do Yoga uma prática essencial para viver os dias de hoje.


Hoje vemos cada vez mais programas educacionais a incluir o Yoga como parte integrante da educação sócio-emocional, oferecendo às crianças uma ferramenta óptima para as ajudar a gerir as suas emoções e a auto-regularem-se.



11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page